Otite Externa em Cães

2020-08-22T20:23:18-03:00Categories: SEDAP, Veterinária|Tags: , , , , , , |

Otite externa é uma infecção geralmente causada por bactérias ou leveduras, que gera inflamação e dor no canal auditivo do animal. Foi realizado um estudo mostrando que o óleo essencial de Melaleuca alternifolia a 5% pode ser utilizado como tratamento para otite.

Fator de Crescimento Epidérmico em Cães

2020-08-22T20:03:10-03:00Categories: SEDAP, Veterinária|Tags: , , , |

A cicatrização é um processo que possui 3 etapas: inflamação, proliferação e remodelação. Sabe-se que os fatores de crescimento são importantes no processo de cicatrização, atuando em diversas etapas. O EPIfactor é composto por peptídeos, que estimulam a resposta fisiológica, melhorando o processo de cicatrização e regeneração.

Fobias de Ruídos

2020-08-22T19:58:43-03:00Categories: SEDAP, Veterinária|Tags: , , , , |

Alguns animais desenvolvem Fobia de Ruídos quando expostos a alguns estímulos sonoros como trovões, fogos de artifício sendo caracterizada por medo e ansiedade permanente. A terapia farmacológica com buspirona é comumente utilizada em conjunto com técnicas de modificação comportamental em cães com distúrbio de comportamento.

Uso de Gabapentina em Felinos

2020-08-22T19:54:23-03:00Categories: SEDAP, Veterinária|Tags: , , , , , , |

Alguns felinos sofrem de uma condição conhecida como dor neuropática, na qual o animal sente dor e desconforto com um simples toque. Embora a administração de medicamentos a animais seja difícil, há estudos que comprovam o uso da gabapentina sendo eficiente na redução do sofrimento do animal com osteoartrite e lesões musculoesqueléticas.

Dor Pós-Operatória

2020-08-22T15:25:26-03:00Categories: SEDAP, Veterinária|Tags: , , , , , , , |

A dor neuropática é muito comum em animais, sendo difícil de diagnosticar e leva ao sofrimento do animal. A terapia analgésica de escolha pelos veterinários é o uso da gabapentina, uma vez que estudos vem demonstrando eficiência na redução do sofrimento do animal.

Uso da Gabapentina na Dor Neuropática em Cães

2020-09-02T16:45:13-03:00Categories: SEDAP, Veterinária|Tags: , , , , |

Alguns animais apresentam um processo crônico de dor, com surgimento de hiperalgesia, parestesia e dor espontânea. Os analgésicos comuns geralmente não são efetivos para a melhora da dor, sendo necessário o uso de medicamento como a gabapentina para aliviar o sofrimento do animal.

Hipertensão Arterial Pulmonar

2020-09-02T17:01:34-03:00Categories: SEDAP, Veterinária|Tags: , , , , |

A hipertensão arterial pulmonar é uma doença causada por diversas doenças preexistentes como tromboembolia, neoplasias, cardiopatia congênita, entre outras. O tratamento da hipertensão arterial pulmonar consiste em reduzir a pressão pulmonar e a sobrecarga cardíaca e o melhor medicamento para isso é o sildenafil.

Agressão Canina

2020-09-03T11:59:59-03:00Categories: SEDAP, Veterinária|Tags: , , , , , , , |

A agressão é um problema comum na medicina comportamental veterinária que pode ser causada por diversos fatores como mudanças de rotina e chegada de novos membros no ambiente. Os medicamentos de escolha para o tratamento desses problemas comportamentais são: fluoxetina, amitriptilina e clomipramina.

Uso de Boswellia serrata em cães

2020-08-22T15:12:25-03:00Categories: SEDAP, Veterinária|Tags: , , , , , , , |

A Diabetes Mellitus é uma doença que afeta cães mais idosos e assim como os humanos, o tratamento consiste no uso da insulina. A Boswellia serrata é uma planta que possui diversas propriedades antiinflamatórias, anti-hepatotóxicas, antioxidantes, hipoglicemiante e anti-hiperlipêmica melhorando a secreção de insulina endógena, mostrando-se eficiente na melhora do perfil glicêmico do cão.

Suplementação Nutracêutica Melhora a Saúde de Cães

2020-09-03T12:10:48-03:00Categories: SEDAP, Veterinária|Tags: , , , , , , , , |

Algumas plantas são conhecidas por melhorar a saúde do homem portanto, foi realizado um estudo para investigar as ações de alguns nutracêuticos em cães. Echinacea angustifolia, Vaccinium myrtillus, Curcuma longa e Sylibum marianum foram utilizados nesse estudo mostrando ser eficazes na modulação da resposta imune dos animais.

Ir ao Topo